Iniciativas do Observatório Social do Brasil recebem o Selo Ação Íntegra.

Publicado para | Destaque | OSB em 23 de outubro de 2018 01:38

Na última terça-feira, dia 16 de outubro, as iniciativas “Observador Social Mirim” (Observatório Social do Brasil – OSB) e “Educação Fiscal, Cidadania e Combate à Corrupção – O Brasil que Queremos Começa Aqui!” (Observatório Social de Toledo – PR), receberam a certificação do Selo Ação Íntegra. Ambas as iniciativas são de educação fiscal e têm como finalidade discutir cidadania e combate à corrupção com crianças e adolescentes.

A entrega foi realizada na sede do MPF/PR, em uma reunião com a Dra. Paula Cristina Conti Thá, procuradora-chefe do MPF/PR, Roberson Pozzobon, procurador integrante da força-tarefa Lava Jato, e Yara Sprada, procuradora da República no MPF/PR. A Diretora Executiva e o Presidente Voluntário do OSB, Roni Enara e Ney Ribas,  representaram os criadores dos projetos e receberam os prêmios.

O selo Ação Íntegra é oferecido para os projetos mais bem avaliados que participam da campanha #TodosJuntosContraCorrupção, lançada em setembro do ano passado. Planejada no escopo do Programa Nacional de Prevenção Primária à Corrupção, da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla), do Conselho Nacional do Ministério Público, a campanha reúne iniciativas de todo o pais que visam a prevenção primária, o estímulo à integridade social e a educação para a cidadania.

Observador Social Mirim é um programa de apoio pedagógico e complementação educacional que teve início em 2016 como uma iniciativa do Observatório Social de Brusque/SC. O objetivo principal é instigar nas crianças a motivação para praticar valores relacionados à responsabilidade individual e coletiva em relação à importância social dos tributos como instrumento para a construção de uma sociedade mais justa e combate à corrupção.

A iniciativa é aplicada às turmas de quarto ano do Ensino Fundamental. Com duração de 6 horas/aula, o programa é dividido em dois encontros consecutivos de 3 horas/aula cada e tem como referência o Caderno de Educação Fiscal, que é entregue a todos os alunos beneficiados. No ano passado 1770 alunos, 47 escolas e 82 turmas de Ensino Fundamental nas cidades de Brusque e Guabiruba foram beneficiados. Em 2018 as atividades iniciaram no dia 2 de abril, nas cidades de Brusque, Guabiruba e Botuverá, e a previsão é que até novembro todo o público alvo das 3 cidades seja atendido. Além disso, o projeto já está sendo replicado em outras cidades do Sistema OSB.

Projeto “Educação Fiscal, Cidadania e Combate à Corrupção” busca discutir gestão pública, cidadania e combate à corrupção nas escolas da Rede Pública e Privada. Foi realizado pelo Observatório Social de Toledo no segundo semestre de 2017 e atingiu em torno de 8.000 alunos dos ensinos Fundamental e Médio em colégios nos municípios de Toledo, Ouro Verde do Oeste e São Pedro do Iguaçu, todas no interior do Paraná.

Para a Vice-Presidente do OSB – Toledo, Simone Sponholz, o selo é um orgulho para o Observatório. “Essa premiação não é apenas do Observatório Social de Toledo e sim de cada um dos cidadãos que acreditam num Brasil menos corrupto e mais justo”, disse.

 

A reunião foi também uma oportunidade para o OSB apresentar seu trabalho e funcionamento. O presidente Ney Ribas sugeriu que o MPF/PR se junte à rede de parceiros do OSB, e a proposta foi bem recebida por Paula Cristina Conti Thá, procuradora-chefe do MPF/PR.

 

Patrocinadores

Apoiadores

ObservatórioSocial de Sete Lagoas

Filiado à Rede OSB de observatórios sociais é um espaço democrático e apartidário formado por cidadãos que decidiram transformar sua indignação em atitude!